Trentyre Rasteirinhos abana, mas não cai

Trentyre Rasteirinhos abana, mas não cai

Redação

O Grande Prémio da Picanto Cup está melhor do que nunca, não apenas no diz respeito à exuberância da mesma como também na competitividade. Com o andar da carruagem as equipas vão ficando cada vez mais confiantes e entrosadas ao ritmo competitivo rumo ao objectivo final.

A vitória da Moztek Racing, sábado último, é prova viva desta análise pelo que tudo está em aberto até à última prova deste GP. E é isto que dá mais vivacidade a própria competição, sobretudo a sua imprevisibilidade.

Cumprida a terceira prova do GP Picanto Cup e pela classificação obtida pelas das equipas, espera-se algumas mudanças na classificação geral, algo que, no entanto, não deve tirar os ainda líderes do campeonato, a Trentyre Rasteirinhos. O forte vento que se faz sentir na Autódromo Internacional de Maputo ameaça a dupla que comanda o pelotão, nomeadamente Cristian Bouché e André Bettencourt, que se mostram algo apreensivos com os últimos resultados. Aliás, isto também obriga à mudança de estratégias para as restantes provas e é o que deverá ser feito nas hostes da equipa como referiu um dos integrantes.

– Acho que era inevitável. Nós também tínhamos ideia de que a qualquer dia haveria equipas que iriam começar a nos fazer frente e temos notado que nas últimas provas que o nível de competitividade está muito mais elevado. Temos tido mais competição e as pessoas estão a treinar e a fazer pressão. Nós agora temos que voltar a avaliar e melhorar o nosso treino. Mas a verdade é que estamos a conduzir na mesma proporção e neste troféu monomarca qualquer toque, despiste ou falha é praticamente fatal ao nível da competição. Ao nível da classificação nós ainda estamos a liderar, quanto eu sei e como diz o meu parceiro, isto não é nenhum new sprint mas sim uma maratona. Vamos caminhando até lá e esperarmos que até ao fim do campeonato a gente esteja acima da tabela” observou Cristian, agraciado nesta prova com o melhor tempo.

– “Confesso que fiquei até surpreso não estava a espera de ter este tempo, mas estou satisfeito. Nem sempre ser o mais rápido quer dizer que vamos ser vitoriosos. Costumo dizer que as corridas são um jogo de paciência e temos que saber atacar, como atacar e as vezes, se nós tivermos alguma falha ao tomar essas decisões pode ser cruciar para determinar em que posição podemos acabar o dia”, explica.

André Bettencourt corrobora com as posições do seu parceiro.

– “O pelotão está cada vez mais competitivo e o espectáculo é cada vez maior. Aqui também é preciso uma pontinha de sorte e esta não esteve do nosso lado. O mais importante é as pessoas mostrarem desportivismo em pista. Tivemos algumas situações menos correctas e felizmente a Comissão Desportiva actuou dentro dos regulamentos. Nem todas as provas se ganha, da mesma forma que nem todas se perdem, o facto é que o ritmo estava lá e terminámos sem qualquer incidente. Vamos fazer o melhor”.

Comments:


Imprimir   Email

Sobre a Moz AutoSport

O Mozautosport assume como uma das suas missões levar à parelha a emoção vivida no automóvel e racionalidade ao exercício noticioso. Dito isto, o Mozautosport tem a obrigação de produzir conteúdos noticiosos relevantes onde todos os principais intervenientes se revêem nele.

  • Proprietário: GMC – Comunicação & Imagem - Cidade de Maputo
  • Telefone:
  • +258842763554

Email:

agenda@mozautosport.co.mz | publicidade@mozautosport.co.mz| geral@mozautosport.co.mz